Santa Alleanza, Serviços Secretos do Vaticano

 

serviços secretos vaticano








Conhece a CIA (Serviços secretos Americanos: Agência Central de Inteligência) certo? O que você provavelmente não sabia é que o Vaticano possui a sua própria agência de Inteligência também, a “Santa Alleanza” (Aliança sagrada), segundo consta foi fundada pelo papa Pio V em 1566. Por vezes chamada de “The Entity” (A entidade), nome sinistro não?

A maioria dos católicos nem sonha que os principais colectores de inteligência por parte do Vaticano são os únicos apostólicos e os respectivos funcionários diplomáticos, assim como os embaixadores e funcionários das embaixadas que são implantados em todo o mundo por cada estado-nação. A única diferença é que a Santa Sé não tem nenhum oficial de inteligência para declarar "oficialmente" aos países de acolhimento.

 

Em 2008, o Estado da Cidade do Vaticano se aderiu à INTERPOL, a maior associação internacional de forças policiais do mundo com escritórios em 192 países. Como resultado, o Vaticano agora tem acesso a enormes recursos e bancos de dados por meio dos seus contactos oficiais da polícia e escritórios da INTERPOL em todo o mundo.

Os serviços de inteligência do Vaticano têm inclusive um Grupo de Intervenção Rápida (Gruppo Intervento Rapido: GIR), que é conhecido por possuir recursos tecnológicos e logísticos altamente sofisticados e inovadores usados no cumprimento das suas atribuições.

 

Fora da Itália, e mesmo dentro do país, não é geralmente conhecido dos católicos quão bem inseridos os maçons ideológicos nos serviços de inteligência do aparato militar da Itália e de outras nações europeias e, consequentemente, do Estado da Cidade do Vaticano, que deriva uma série das suas forças de polícia, segurança e inteligência dentre as fileiras dessas nações.

Embora se saiba que grupos poderosos de maçons como o Propaganda Due (P2), que no passado se infiltraram com sucesso em instituições do Vaticano como o Instituto para as Obras de Religião (banco do Vaticano), foram dissolvidos pelo governo italiano, não é do conhecimento de muitos que grupos sucessores de maçons ideológicos perigosos conseguiram reconstituir-se sob diferentes rótulos e assumir o controle de dicastérios-chave da Cúria Romana.

Share on Google Plus

About R.O

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Publicar um comentário