São sempre os mesmos a Lucrar Com a Crise

 










Existe um argumento que repito, ano após ano, mesmo que me chamem teórico de conspiração: Costumo dizer que as crises mundiais são artificialmente criadas.

Crises económicas, ou de saúde global (como  a pandemia) seja qual for a origem da crise, é destinada a atingir o povo, a ELITE continua cada vez mais forte e enriquecida.

Reparem, quando há uns anos atrás ocorreu a recessão económica global, milhões de pessoas ficaram desempregadas, pobres, milhares de famílias perderam as suas casas para os bancos, patrões reduziram salários devido à "crise", etc.

Resultado: concluiu-se que grandes corporações (e mesmo médias e pequenas empresas) tiveram lucros, patrões cada vez mais ricos. 

Depois surgiu a moda de incentivar as pessoas a ser empreendedoras e a criar as suas próprias start-ups, para anos depois voltarem a falir.

Alguém absorve a riqueza gerada pelo povo (bens imobiliários, negócios, empresas) todos os anos.

Agora com a crise pandémica, os ricos continuam a triplicar as suas fortunas. Coincidência?

Link Aqui.

Em plena crise económica (causada pela Pandemia) os ricos conseguiram ter aumento de 27% da sua riqueza.

Daqui a cinco ou seis anos, surgirá outra crise (programada), talvez seja uma guerra internacional, pois uma crise económica e uma crise de saúde global já ocorreram.

Os ricos voltarão a lucrar.







Foram inteligentes ao comprar acções de empresas tecnológicas, por acreditarem que esse mercado online iria recuperar, ou foram avisados previamente de uma crise pandémica que iria ocorrer?


Share on Google Plus

About R.O

    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentários:

Publicar um comentário